ARTIGOS

Brasil não terá vacinação em massa em 2021, diz vice-diretora-geral da OMS

Publicados

em

suficiente no ano que vem para vacinar toda a população, então o que a OMS está orientando é que haja uma priorização de vacinar profissionais de saúde e pessoas acima de 65 anos ou que tenham alguma doença associada”, afirmou em entrevista à CNN Brasil

Mariângela ainda disse que “é razoável” imaginar que até o final de 2021, “com tudo correndo bem”, existam “duas ou três vacinas aprovadas” contra a covid-19. “Eu diria que 2022 é um ano que vamos ter mais vacinas porque a gente está com tanta vacina em desenvolvimento… É provável que a gente tenha ainda outras vacinas que cheguem no ano que vem provando serem seguras e eficazes”, pontuou. “O importante agora não é imunizar todo mundo num país, o que é impossível: é imunizar aqueles que precisam em todos os países”, concluiu

fonte: uol noticias

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Projeto Bichos do Pantanal estima que 20% dos animais e plantas que existiam no bioma estão mortos
Propaganda

ARTIGOS

Gari demitido após vídeo viralizar recebe oferta de emprego

Publicados

em

O coletor de lixo Vitor Celestino, de 30 anos, que foi demitido após viralizar nas redes sociais com um vídeo em que aparece fazendo brincadeira durante o horário de trabalho, está recebendo oferta de emprego e doações após repercussão do caso.

Ao UOL, Vitor, que é de Botucatu, interior de São Paulo, disse estar “esperançoso” para retomar ao mercado de trabalho. Ele contou que recebeu duas propostas de trabalho, uma que ainda está em andamento e outra que não deu certo por não ter habilitação para dirigir carro.

Segundo o ex-coletor, desde que a história começou a viralizar nas redes sociais, ele não para de receber ligações e mensagens em solidariedade à sua situação.

Além das ofertas de emprego, ele também está recebendo ajuda com as despesas. Vitor relata que um empresário entrou em contato e doou uma quantia em dinheiro, além de uma bíblia e um quarto temático do Ayrton Senna.

O ex-coletor tem 5 filhos, o mais novo é um bebê de 4 meses de idade, e por conta disso, sua mulher está afastada do trabalho como zeladora, em licença maternidade.

Leia Também:  Detran-MT orienta sobre forma correta de usar películas em vidro de veículos

O caso

Vitor viralizou após aparecer em um vídeo na plataforma Tik Tok brincando durante o horário de trabalho. Na cena, Vitor aparece segurando um cano de papelão simulando estar fazendo uma escolta armada do caminhão de lixo, enquanto outros colegas recolhem os sacos.

Com a repercussão, no último dia 22 de abril, ele foi demitido da empresa Grupo Corpus, que é contratada pela prefeitura para fazer o serviço de coleta. Vitor trabalhava há pouco mais de 10 meses na empresa.

Fonte: Atual Mt

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ARENÁPOLIS

NOTÍCIAS DA REGIÃO

POLICIAL

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA