MATO GROSSO

Motorista morre preso às ferragens após tombar carreta em rodovia em Campo Novo do Parecis Geral

Publicados

em

Um motorista morreu após tombar uma carreta na MT-235, nesta quarta-feira (06/10) aproximadamente 70 quilômetros de Campo Novo do Parecis, sentido São José do Rio Claro, próximo a ponte do Rio Alegre. Segundo o Corpo de Bombeiros, o condutor foi identificado como, Leonir Sonallio, 52 anos. Ele transportava uma carga de cloreto, produto não tóxico, quando saiu em uma curva e tombou.
Devido ao peso do veículo, com placa de Lucas do Rio Verde, a cabine ficou bastante destruída. A vítima não resistiu aos ferimentos, ficando presa às ferragens.
Os bombeiros militares foram até o local para fazer a retirada do corpo e checagem do veículo. As causas do acidente ainda não foram esclarecidas, um laudo deverá ser emitido nos próximos dias para atestar o que realmente aconteceu.
Fonte: Portal Campo Novo
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  POÇOS ARTESIANOS
Propaganda

MATO GROSSO

Deputado apresenta projeto para isenção de pedágio à profissionais da educação da rede pública

Publicados

em

Por

Proposta visa garantir a gratuidade para os servidores que precisam se deslocar de uma cidade à outra

O deputado estadual Valdir Barranco (PT) apresentou, em novembro, na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), o Projeto de Lei nº 1074/2021, que isenta os profissionais da educação da rede pública estadual de ensino, do pagamento de pedágio rodoviário em todo Estado, quando esse profissional tiver que se deslocar de um município à outro para trabalhar.

Segundo Barranco, o objetivo principal do PL é garantir o direito ao trabalho, da maneira mais correta possível, para esses profissionais e lhes dar mais tranquilidade sem saber que irão gastar diariamente para irem até o trabalho.

“Os valores cobrados nos pedágios pesam no orçamento doméstico de qualquer cidadão, sobretudo quando este cidadão se desloca diariamente entre municípios que possuem praça de pedágio. Por isso a isenção da cobrança se faz necessária, pois existe uma grande quantidade de servidores da educação que necessitam se deslocar de uma cidade a outra, muitas vezes utilizando carros próprios, para o exercício de suas funções legais”, justificou o parlamentar.

Leia Também:  Casal morre após ser atropelado por caminhão em rodovia de MT

Para serem beneficiados com a isenção, os servidores terão de comprovar que são proprietários do veículo e devem estar em dia com suas atividades profissionais. Toda a documentação terá de ser apresentada aos órgãos de fiscalização. “Isso valoriza os profissionais que se deslocam até outros municípios para colaborar em áreas fundamentais da sociedade, como saúde e educação”, declarou Barranco.

Fonte:PEDRO LUIS VELASCO DE BARROS / Gabinete do deputado Valdir Barranco

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ARENÁPOLIS

NOTÍCIAS DA REGIÃO

POLICIAL

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA