MATO GROSSO

Sábado (21): Mato Grosso registra 154.839 casos e 4.082 óbitos por Covid-19

Publicados

em

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste sábado (21.11), 154.839 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.082 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 243 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 154.839 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.071 estão em isolamento domiciliar e 145.257 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 133 internações em UTIs públicas e 125 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 33% para UTIs adulto e em 14% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (33.452), Rondonópolis (11.444), Várzea Grande (11.025), Sinop (8.155), Sorriso (6.631), Lucas do Rio Verde (6.097), Tangará da Serra (5.980), Primavera do Leste (5.190), Cáceres (3.595) e Nova Mutum (3.237).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  800 voluntários de MT serão testados com vacina chinesa

O documento ainda aponta que um total de 121.383 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 217 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última sexta-feira (20), o Governo Federal confirmou o total de 6.020.164 casos da Covid-19 no Brasil e 168.613 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.981.767 casos da Covid-19 no Brasil e 168.061 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sábado (21).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Polícia Militar começa a implantar patrulhamento agrícola em Mato Grosso

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;
– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;
– Evitar contato próximo com pessoas doentes;
– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;
– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT
COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Cuiabá vacinará 8,5 mil pessoas; veja quantos serão imunizados por cidade

Publicados

em

Ao todo, Estado recebeu 126.160 doses e irá imunizar mais de 60 mil pessoas

A Comissão Intergestores Bipartite do Estado (CIB) definiu o critério de distribuição das 126.160 mil doses de vacinas contra a Covid-19 aos 141 municípios de Mato Grosso. A Minuta de Resolução CIB será publicada nesta quarta-feira (20.01) no Diário Oficial do Estado e deverá ser seguida pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), de acordo com as prioridades estipuladas pelo Ministério da Saúde.

A CIB é composta por membros do Conselho das Secretarias Municipais de Saúde e da SES.

Dentre os grupos prioritários, estão os trabalhadores da saúde – como vacinadores da Atenção Básica, profissionais dos hospitais pactuados no Plano de Contingência Estadual de enfretamento à Covid-19, trabalhadores de institutos de longa permanência para idosos –, indígenas que vivem em aldeias, pessoas idosas acima de 60 anos e pessoas com deficiência que vivem em asilos e/ou instituição psiquiátricas.

Após a distribuição, as vacinas deverão ser armazenadas pelos municípios, respeitando as condições de armazenamento estabelecidas pela fabricante e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o apoio da segurança pública.

Leia Também:  Unemat abre vestibular com 1.000 vagas

CIDADES

A distribuição das vacinas ocorreu por pólos regionais. Ao todo, foram definidos 16 pólos, que receberam as doses nesta terça e farão a distribuição aos municípios.

Cidade mais populosa do Estado, Cuiabá vai receber a maior quantidade de vacinas. Serão 17.184 doses, o que é suficiente para vacinar mais de 8,5 mil pessoas. A segunda cidade a receber mais doses é Rondonópolis, com 5.166, o suficiente para vacinar 2.583 pessoas.

Já Várzea Grande, receberá 4.506 imunizantes contra a Covid-19, o que dará para vacinar 2.253 pessoas. Sinop, a principal cidade do Nortão, ficou com 3.667 doses.

Cáceres, pelos critérios da SES, recebeu 1.909; Tangará da Serra, 1.722; Barra do Garças, 1.468; e Sorriso, 1.451 doses.

Fonte:Folhamax

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA