Mundo

Homem que furava camisinhas sem contar para parceira é preso por estupro

Publicados

em

Um homem que furava camisinhas sem contar para a sua parceira foi condenado a 4 anos de prisão por estupro. O caso aconteceu no Reino Unido e as informações são do jornal The Sun.

Glyn Samuel, o promotor do caso, afirmou que a vítima encontrou um alfinete ao lado de camisinhas furadas na cabeceira de Andrew Lewis, de 47 anos, um maquinista de trem. “Maldade pura”, contou a vítima à polícia, ao denunciar o homem.

Em uma audiência, o homem admitiu o crime e disse que foi “a coisa mais estúpida” que ele já fez. Segundo seu depoimento, ele furava as camisinhas na esperança de que elas se rompessem e a sua parceira desistisse de usá-las, para ter “mais intimidade”.

“Foi uma quebra de confiança. O delito de estupro é tão sério que uma pena de prisão é apropriada”, determinou o juiz responsável pelo caso.

Fone:Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Venezuela recebe doses da vacina russa para nova fase de testes
Propaganda

Mundo

Família presume morte de parente, congela corpo e descobre 20 horas depois que ele estava vivo

Publicados

em

Balasubramanian Kumar estava doente e acamado há algum tempo, por isso, na segunda-feira (12)

Um idoso de 74 anos passou cerca de 20 horas em uma câmara mortuária após seus parentes presumirem que ele havia morrido. O caso ocorreu em Kandhampatti, no Sul da Índia.

Balasubramanian Kumar estava doente e acamado há algum tempo, por isso, na segunda-feira (12), quando viram que ele não estava se movendo, familiares imaginaram que ele não havia resistido.

A família encomendou um dispositivo para conservar o corpo a fim de realizar uma cerimônia fúnebre, mas no dia seguinte a despedida, quando um funcionário foi até a casa do “morto” para recolher a câmara, percebeu que o idoso apresentava sinais vitais.

De acordo com o jornal “Daily Mail”, a polícia foi chamada ao local e agora está investigando parentes do idoso, que podem responder por não terem feito um exame médico adequado antes de declarar a morte de Kumar. O subinspetor da Polícia de Sooramangalam, Rajasekaran, disse ao jornal “The Independent” que os parentes podem ser acusados de conduta negligente e por terem colocado em perigo a vida do idoso.

 

Leia Também:  Ex-governador de MT é preso em aeroporto ao tentar embarcar com arma de fogo na mochila

Fonte: Repórter MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

CATEGORIA

MAIS LIDAS DA SEMANA