MATO GROSSO

Número de bandidos mortos em confrontos com policiais cresce 85%

Publicados

em

O número de vítimas assassinadas durante intervenções policiais em Mato Grosso aumentou 85,7% no primeiro semestre de 2020, em relação ao mesmo período do ano passado.

Os dados são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, publicado nessa segunda-feira (19) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

De acordo com a pesquisa, no primeiro semestre de 2019, 28 pessoas foram mortas em ações da polícia. Neste ano, este número aumentou para 52. As mortes ocorrem durante as ações.

Muitas vezes, por causa de confrontos, como o que aconteceu em julho deste ano, em Cuiabá, quando seis homens foram mortos em troca de tiros com o Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Bairro Jardim Itamaraty.

Segundo a Polícia Militar, os suspeitos reagiram a uma tentativa de abordagem e atiraram contra os militares.

Durante o confronto, os seis suspeitos foram atingidos por disparos feitos pelo Bope. Um deles chegou a fugir baleado para uma área de mato, mas foi localizado morto logo depois.

Um policial militar e o filho de um sargento da Polícia Militar estavam entre as seis vítimas. Oacy Taques, de 30 anos, e Leonardo Vinicius Pereira de Moraes, de 24, respectivamente, morreram no local. Leonardo tinha passagens por tráfico e roubo.

Leia Também:  Polícia localiza dois suspeitos por envolvimento em morte e ocultação de cadáver em Arenápolis

De acordo com o anuário, não houve, no primeiro semestre de 2020, morte de policiais civis e militares por crimes violentosletais intencionais em Mato Grosso.

No mesmo período do ano passado, foram registradas duas mortes no estado.

fonte: mato grosso mais

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

JOVEM MORADOR DE DIAMANTINO MORRE AFOGADO

Publicados

em

Por

Policiais Militares do município de Acorizal foram solicitados na data de 17/10/2021, por volta das 15h45min., para atender um caso de afogamento que aconteceu no Distrito de Aldeia.
Segundo a PM, a denúncia apontava que um jovem de 21 anos estava se banhando no Rio Cuiabá, no porto da Aldeia, com familiares quando se afogou.
A vítima foi identificada por Alan Jackson.
Os policiais foram até o local onde conversaram com o pai da vítima e em seguida acionaram o Corpo de Bombeiros para realizar as buscas no rio.
O pai da vítima relatou que presenciou o afogamento do filho e que quando tentou ajudá-lo, segurando sua mão para trazê-lo de volta a superfície, não conseguiu por causa da forte pressão da água. Disse que nesse momento as mãos dele e do filho acabaram se desprendendo, havendo então o desaparecimento da vítima.
O afogamento mobilizou vários populares do local que ajudaram nas buscas, porém sem êxito.
Os bombeiros conseguiram chegar ao local do afogamento no período noturno, mas devido a falta de condições, decidiram iniciar as buscas á partir das 06:00 da manhã desta segunda-feira 18/10.
Ainda não há informação se o corpo já foi encontrado e também não há informações até o momento sobre velório e sepultamento.
ATUALIZADO
Já encontraram o corpo, a funerária de Diamantino vai buscar o corpo amanhã em Cuiabá e vai trazer direto para o cemitério entre 10:00 e 11:00 horas da manhã.
FONTE: SITE JANGADA-MT/DIAMANTINO NEWS
COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  POLÍCIA RECUPERA VEÍCULO ECOSPORT ROUBADO EM SANTO AFONSO APÓS TROCAS DE TIROS!
Continue lendo

ARENÁPOLIS

NOTÍCIAS DA REGIÃO

POLICIAL

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA