POLICIAL

Prefeito é alvo de operação por fraudes na Covid e tem secretário afastado

Publicados

em

Policiais cumprem mandado na casa de José Carlos do Pátio

A Polícia Civil de Mato Grosso e Ministério Público Estadual desencadearam nesta quarta-feira (25.11), em Rondonópolis, a segunda fase da Operação Stop Loss, que investiga a ocorrência de superfaturamento e outras irregularidades na aquisição de materiais de consumo, com dispensa de licitação, para o combate à pandemia da Covid -19 pela prefeitura do município.

Os mandados judiciais são cumpridos pelas equipes da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

As novas medidas cautelares foram requeridas pelo MPE, por meio do Naco, em conjunto com a Polícia Civil, à Turma de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva deferiu medida cautelar de afastamento do exercício da função do secretário de Administração de Rondonópolis, Leandro Junqueira Arduini, e mandados de buscas e apreensões nos endereços residenciais do secretário e do prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, como também nos gabinetes dos respectivos alvos, na Prefeitura Municipal.

Na primeira fase da operação ‘Stop Loss’, realizada em junho deste ano, a partir de informações do Ministério Público de Contas os investigadores detectaram o superfaturamento em itens contratados na Dispensa de Licitação nº 38/2020 destinada à aquisição de materiais de limpeza, tendo como justificativa de urgência a pandemia da Covid-19, aquisição ratificada pelo chefe do Executivo municipal.

A segunda fase demonstra o acerto na execução da primeira etapa da operação, pois com novos elementos coletados, surgiu o provável envolvimento de mais um secretário da prefeitura, havendo indicativos da formação de uma estrutura criminosa instalada no Executivo municipal.

Leia Também:  Suspeitos por tentativa de roubo a pizzaria são conduzidos à delegacia

Com a deflagração desta nova fase, os investigadores pretendem coletar novas informações e robustecer, ainda mais, os elementos informativos para que haja o esclarecimento completo dos ilícitos praticados, com a devida responsabilização dos envolvidos.

Fonte: Folhamax

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Câmera flagra homem sendo executado em MT; amigo fica ferido

Publicados

em

Fonte: Mídia News

Uma câmera de segurança registrou o momento em que dois homens foram baleados na tarde desta terça-feira (14), em Cáceres (218 km de Cuiabá). Um deles morreu.

 

As vítimas estavam fazendo reparos mecânicos em uma motocicleta quando dois home, também em uma moto, pararam com sua moto ao lado de e iniciaram os disparos.

 

Conforme informações da Polícia Militar, Wellington Thiago Cunha Leonel, 22 anos, morreu ainda no local, a outra vítima, que não teve a identidade revelada, foi socorrida com ferimentos leves.

 

As vítimas pararam na rua Ros Macucos e pelas imagens é possível ver que elas estavam tentando consertar uma motocicleta.

 

Em um certo momento, a dupla de atiradores chega em uma motocicleta e o garupa atira várias vezes contra os homens, que caem no chão. Pelas imagens é possível perceber que eles chegam a conversar por um breve momento antes dos disparos.

Segundo o delegado da Polícia Civil, Marlon Nogueira, a suspeita é que o crime seja decorrente de uma guerra entre facções criminosas. No entanto, até o momento não há informações sobre antecedentes criminais das vítimas.

Leia Também:  Menor de 16 anos, membro do CV, morre baleado em quitinete de Cuiabá

A polícia segue as investigações do crime. Ninguém foi detido até o momento. Não há informações sobre o estado de saúde do sobrevivente.

Assista ao vídeo:

 

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

ARENÁPOLIS

NOTÍCIAS DA REGIÃO

POLICIAL

ESPORTES

MAIS LIDAS DA SEMANA